Como fazer um planejamento anual para sua empresa?

Como fazer um planejamento anual para sua empresa?

Todos os anos um número consideravelmente alto de empresas fecham as portas. Muitas vezes a quebra destas empresas se deve ao mal planejamento ou até mesmo inexistência do mesmo dentro da empresa. Veja a seguir algumas dicas para que você evite tropeçar neste obstáculo que para muitos se torna letal.

Conheça seu estado atual

Como já diziam os gregos, “conhece-te a ti mesmo”. Nada mais justo que para darmos início a um bom planejamento torne-se fundamental que haja o levantamento e a analise das métricas e indicadores mais relevantes para sua empresa.

A análise de ações realizadas em anos anteriores e revisão do planejamento do ano anterior costumam servir como grandes fontes de informações para a elaboração de um planejamento mais eficiente e o uso de ferramentas como SWOT podem ser de grande serventia nesta etapa, pois serão vistos pontos de melhorias, pontos fortes, oportunidades e ameaças que serão decisivas para a sobrevivência de sua empresa.

Trace metas e objetivos claros

Após a análise das informações vamos às metas!

As metas e objetivos para sua empresa devem estar sempre bem claras e sempre que possível guiadas pelos indicadores certos. Nesta etapa é necessário se atentar ao elaborar metas, pois estas devem ser possíveis a sua realidade atual, afinal não adianta querer abocanhar o mundo sem poder. Consulte sua equipe e seus gestores estratégicos, utilize os dados de planejamentos anteriores como base, analise o mercado atual e considere também os fatores internos e externos.

Definição de ações e investimento

A sua empresa deve estar atenta a suas ações e aos investimentos necessários para que possa se desenvolver. Considere todos os pontos chave para o cumprimento das metas e objetivos estabelecidos e não esqueça de avaliar despesas do ano anterior e o valor disponível para os gastos atual. E lembre-se! Busque sempre estar acompanhando a efetividade de suas ações e do desenvolvimento de seus investimentos.

Trabalhe diferentes cenários

Esteja sempre um passo à frente e para isso nada melhor do que simular diferentes tipos de cenários. Imagine as mais diversas variáveis e variados cenários, desde os mais favoráveis até os negativos, definindo ações proativas e reativas para todos estes cenários.

E N T R E   E M   C O N T A T O

 

TELEFONE: (87) 98842-0058      (87) 99947-6399

UNIVASF BLOCO 2, CENTRO, PE

© 2018 EMPRESA JÚNIOR – PROSPERE CONSULTORIA EMPRESARIAL JÚNIOR. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

O que faz a área de projetos da Prospere Jr?

O que faz a área de projetos da Prospere Jr?

O que faz a área de projetos da Prospere Jr?

Antes de tudo, é importante ressaltar que a Prospere Jr, presta serviços de consultoria e treinamentos para empresas ou MEI, então a área é ligada a esses projetos de consultoria.

Mas o que é consultoria?

Consultoria é um serviço prestado, com pessoas qualificadas e conhecedoras do tema. Através de diagnósticos a empresa oferece ao cliente, alternativas para encontrar soluções para os pontos de melhoria identificados no diagnóstico; definido a alternativa escolhida em conjunto, se traça um plano de ação para aplicar essa solução. A consultoria serve como uma visita ao médico podendo ser consultado como: forma preventiva para ver se algo não está correto ou de forma corretiva para solucionar alguma adversidade enfrentada pela organização.

Sendo assim, a área de projetos cuida tanto da prospecção de novos projetos e a gestão de qualidade dos projetos fechados.

Comercial: Estratégias de prospecção de potenciais clientes; Reuniões comerciais com possíveis clientes; relacionamento com o cliente.

Gestão de qualidade: Gerenciamento de risco; controle de qualidade; Gerenciamento de escopo; Pós venda.

E N T R E   E M   C O N T A T O

 

TELEFONE: (87) 98842-0058      (87) 99947-6399

UNIVASF BLOCO 2, CENTRO, PE

© 2018 EMPRESA JÚNIOR – PROSPERE CONSULTORIA EMPRESARIAL JÚNIOR. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Como identificar seu mercado alvo?

Como identificar seu mercado alvo?

Um dos maiores erros dos gestores nos é mostrado quando perguntamos para quem eles vendem seus produtos; a maioria da resposta dada é de que eles vendem para todo mundo, o que é uma inverdade e desperdiça uma oportunidade de planejamento para a organização.

No mundo competitivo global atual é necessário entender que para ser mais eficiente deve-se concentrar a atenção nos consumidores em que é possível efetivamente satisfaze-los, para conseguir atingi-los é necessário primeiramente:

  • Identificar o perfil dos diferentes grupos de compradores que divergem em suas necessidades e/ou preferencias, isso se chama segmentação de mercado;
  • Selecionar um ou mais segmentos em nos quais a organização tem interesse de atingir, essa é seleção do mercado alvo;

Após isso é necessário um posicionamento de mercado, abordando esse mercado alvo, o que será melhor explicado em uma outra oportunidade futura, em uma matéria exclusiva para isso.

Para se fazer uma segmentação de mercado, geralmente é utilizado uma ou mais dessas variáveis a seguir: Geográfica; Demográfica; Psicográfica e Comportamental. Mas o que significa cada uma delas?

  • Segmentação Geográfica: é a analise de diferentes locais, como por exemplo: país, cidade ou bairro; ela á bastante utilizada em quem faz vendas B2B, ou seja, venda de empresa para empresa, principalmente por motivos logísticos,  porém nas vendas de B2C, ou seja, de empresa para consumidor, é utilizado para aproveitar as regionalidades no consumo, como por exemplo, uma rede de pizzaria que acrescenta o sabor de pizza: bode com queijo de coalho para a região do Vale do São Francisco.
  • Segmentação Demográfica: A análise mais presente nas pesquisas, porém deve ser complementada com outras informações de outras segmentações, nela está presente, informações como: idade, renda, ocupação, gênero e grau de instrução.
  • Segmentação Psicográfica: Essa análise é bastante ligada a demografia, utilizando fatores como: estilo de vida, personalidade, valores e atitudes; um dos métodos mais utilizados para captar essas informações é o sistema VALS, o quadro abaixo explica como ele funciona basicamente:
  • Segmentação Comportamental: Para alguns profissionais de marketing esse é o melhor método para servir como base da segmentação, nele é analisado o grau de utilização do produto; o status do consumidor como, por exemplo: ex-usuário e usuários regulares; o status de fidelidade e o nível de interesse pela compra. Com essas informações, segundo Kotler, é possível separar em cinco, o grupo de consumidores, sendo elas: Entusiasta; Positivo; Indiferente; Negativo; Hostil.

Seleção do mercado alvo

Para passar para a seleção do mercado alvo os seguintes passos são necessários:

  • Segmentação baseada nas necessidades: Agrupe os clientes em segmentos, com base em necessidades semelhantes e em benefícios procurados por eles para resolver um determinado problema de consumo.
  • Identificação do segmento: Para cada segmento baseado nas necessidades, determine que características demográficas, estilos de vida e comportamentos de uso que tornam o segmento distinto e identificável (acionável).
  • Atratividade do segmento: Usando critérios predeterminados de atratividade de segmento (como crescimento do mercado, intensidade competitiva e acesso ao mercado), determine a atratividade de cada segmento.
  • Rentabilidade do segmento: Determine a rentabilidade do segmento.
  • Posicionamento do segmento: Para cada segmento, crie uma proposta de valor e uma estratégia de posicionamento produto-preço com base nas necessidades e nas características singulares dos clientes daquele segmento.
  • Teste crítico” de segmento: Crie “simulações de segmento” para testar a atratividade da estratégia de posicionamento em cada segmento.
  • Estratégia de mix de marketing: Amplie a estratégia de posicionamento do segmento a fim de incluir todos os aspectos do mix de marketing: produto, preço, praça e promoção.

 

Para conseguir tais informações uma pesquisa de mercado pode ser necessária, caso haja alguma duvida na aplicação, CONTATE-NOS.

E N T R E   E M   C O N T A T O

 

TELEFONE: (87) 98842-0058      (87) 99947-6399

UNIVASF BLOCO 2, CENTRO, PE

© 2018 EMPRESA JÚNIOR – PROSPERE CONSULTORIA EMPRESARIAL JÚNIOR. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

4 MOTIVOS PARA SE TORNAR EMPRESÁRIO JÚNIOR

4 MOTIVOS PARA SE TORNAR EMPRESÁRIO JÚNIOR

Passei no curso que eu queria. E agora? O que posso fazer para ir além da sala de aula?

Ao entrar na faculdade existem várias formas para você poder ir além da sala de aula e uma delas são as empresas juniores. Confira agora quatro motivos para você escolher entrar em uma empresa júnior.

1 – DESENVOLVER NETWORKING

Uma das grandes vantagens de se tornar Empresário Júnior, é o potencial de network o qual você poderá montar, podendo gerar futuras recomendações. Numa organização, você terá acesso a diferentes tipos de pessoas, com quem você poderá trocar diversas informações, otimizando o seu rendimento pessoal e profissional.

2 – PRÁTICA E EXPERIÊNCIA

Como Empresário Júnior, você poderá aplicar em situações reais a teoria passada em sala de aula. Além disso, poderá aprender mais sobre o comportamento profissional.

Experiência é uma das coisas mais cobradas pelo mercado de trabalho, e na maioria dos casos, a mão de obra sai das universidades sem a experiência necessária que o mercado exige. Para vencer esse obstáculo, na empresa júnior encontramos um ambiente empresarial propício a desenvolver valores de um bom profissional, como trabalho em equipe, análise crítica, pró-atividade, profissionalismo, gerenciamento de pessoas e de tempo, convívio com pessoas diferentes, utilização da prática de feedback, desenvolvimento de oratória, entre outros.

3 – AUMENTO DE OPORTUNIDADES

Já pensou em como se destacar no meio de tanta concorrência? Aqui vai uma dica!

Por estar envolvido com a empresa júnior, você “recheia” seu currículo e isso auxilia você a encontrar  oportunidades diversas para sua vida. Além de seu currículo, há também a parte que remete ao contato com empresários da região que podem simpatizar com seu trabalho.

4 – CONHECER A CARREIRA IDEAL

É normal estarmos na graduação sem saber qual carreira seguir após a conclusão do curso. Na empresa júnior que podemos fazer experimentos para descobrir o que seguir como carreira. Pense que o estágio pode ser uma amostra de carreira.

E N T R E   E M   C O N T A T O

 

TELEFONE: (87) 98842-0058      (87) 99947-6399

UNIVASF BLOCO 2, CENTRO, PE

© 2018 EMPRESA JÚNIOR – PROSPERE CONSULTORIA EMPRESARIAL JÚNIOR. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

O que é empresa júnior?

O que é empresa júnior?

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) surgiu na França, em 1967, tendo como principal objetivo complementar a formação acadêmica de seus participantes fornecendo experiências práticas. Na década de 80 o modelo francês consolidou-se e começou a se difundir internacionalmente, chegando à Suíça, Bélgica, Espanha, EUA e, em 1988, chega ao Brasil através da Câmara de Comércio Franco-Brasileira.

As empresas juniores (EJs) pioneiras no Brasil foram as da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Em pouco tempo o Movimento se espalhou por todo o país de forma expressiva, devido aos preços acessíveis, qualidade dos serviços prestados e a oportunidade de desenvolvimento pessoal que as empresas juniores proporcionam. O MEJ cresceu, profissionalizou-se e amadureceu, tendo mais de 27.000 universitários espalhados em cerca de 1.200 empresas juniores e realizando mais de 2.000 projetos por ano (Fonte: Censo e Identidade Brasil Junior 2010).

Empresa Júnior é uma associação civil sem fins lucrativos, formada e administrada por discentes de um curso superior.

Um dos objetivos das empresas juniores é o de desenvolvimento pessoal e profissional dos seus membros por meio da vivência empresarial, realizando projetos e serviços na área de atuação do(s) curso(s) de graduação ao(s) qual(is) a empresa júnior for vinculada. As Empresas Juniores contemplam as necessidades de três clientes principais:

Os alunos: Que se utilizam da interação entre os membros da empresa e da troca de conhecimento e experiências para se desenvolverem pessoal, profissional e academicamente.

As empresas: Que se beneficiam com os projetos desenvolvidos pelos alunos, cujas características são a alta qualidade dos trabalhos, garantida pela orientação dos professores, e o baixo investimento, uma vez que as empresas juniores não visam o lucro. Resultando assim, em consultorias de baixo custo e acessível para a sociedade.

As universidades: Que são favorecidas pelo retorno em imagem institucional, garantido pela divulgação que as Empresas Juniores necessariamente fazem ao seu nome. Também existe um retorno no que diz respeito à atração de novas parcerias, alunos e clientes (no caso de prestação de consultorias etc).

Por que optar por uma Empresa Júnior?

A empresa júnior contribui ativamente para o desenvolvimento da sociedade a qual está inserida, oferecendo serviços de baixo custo para a comunidade local, agregando o conhecimento recebido da universidades nas empresas locais.

 

E N T R E   E M   C O N T A T O

 

TELEFONE: (87) 98842-0058      (87) 99947-6399

UNIVASF BLOCO 2, CENTRO, PE

© 2018 EMPRESA JÚNIOR – PROSPERE CONSULTORIA EMPRESARIAL JÚNIOR. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.